Os melhores indicadores de impulso

4.2 de 5 estrelas (6 votos)

Navegar nos mares tumultuados da negociação pode parecer uma batalha difícil, especialmente quando se trata de identificar o momento certo para comprar ou vender. Compreender os indicadores de momentum pode ser sua estrela guia, ajudando você a eliminar o ruído e identificar possíveis tendências de mercado, mas com uma infinidade de opções disponíveis, como você escolhe aquela que melhor se adapta à sua estratégia de negociação?

Os melhores indicadores de impulso

💡 Principais conclusões

  1. Entendendo os Indicadores de Momentum: Os indicadores de impulso são ferramentas essenciais no campo da negociação. Eles ajudam traders prevêem a direção futura de um mercado analisando a velocidade das mudanças de preço. Esse entendimento pode ajudá-lo a tomar decisões comerciais mais informadas, aumentando seu potencial de lucro.
  2. Tipos de indicadores de impulso: Existem inúmeros indicadores de impulso disponíveis, cada um com seus benefícios exclusivos. Os mais comumente usados ​​incluem o Índice de Força Relativa (RSI), a Divergência de Convergência da Média Móvel (MACD) e o Oscilador Estocástico. Entender como esses indicadores funcionam e quando usá-los pode melhorar significativamente sua estratégia de negociação.
  3. Aplicando Indicadores de Momentum: A aplicação eficaz desses indicadores requer uma consideração cuidadosa das condições atuais do mercado e de seus objetivos de negociação. Lembre-se, embora os indicadores de impulso possam fornecer informações valiosas, eles não são infalíveis e devem ser usados ​​em conjunto com outras estratégias e ferramentas de negociação para obter os melhores resultados.

No entanto, a magia está nos detalhes! Desvende as nuances importantes nas seções a seguir... Ou pule direto para o nosso Perguntas frequentes repletas de insights!

1. Compreendendo os Indicadores de Momentum

Indicadores de momento são ferramentas poderosas no arsenal de todos os trader. Eles são cálculos matemáticos baseados na velocidade ou velocidade do movimento do preço de um instrumento financeiro. Em essência, esses indicadores ajudam traders identificam pontos potenciais de entrada ou saída do mercado, tornando-os uma parte essencial de qualquer estratégia de negociação bem-sucedida.

O que destaca os indicadores de impulso é sua capacidade de avaliar a força ou fraqueza de uma tendência. Isso é obtido comparando o preço de fechamento de um título com sua faixa de preço em um período específico. Quando usados ​​corretamente, eles podem fornecer informações valiosas sobre a força ou fraqueza subjacente de uma tendência, ajudando traders tomar decisões informadas.

Um dos indicadores de momentum mais populares é o Índice de Força Relativa (RSI). O RSI compara a magnitude dos ganhos recentes com as perdas recentes, numa tentativa de determinar as condições de sobrecompra e sobrevenda de um instrumento. Outro amplamente utilizado indicador de momentum é o Divergência de Convergência Média Móvel (MACD), que revela mudanças na força, direção, impulso e duração de uma tendência no preço de uma ação.

Oscilador Estocástico, outro notável indicador de momentum, compara um determinado preço de fechamento de um título com uma faixa de seus preços durante um determinado período. Sua sensibilidade aos movimentos do mercado pode ser reduzida ajustando o período de tempo ou tomando uma média móvel do resultado.

No volume da balança (OBV) é um indicador de momento que usa fluxo de volume para prever mudanças no preço das ações. Ele mede a pressão de compra e venda como um indicador cumulativo, adicionando volume nos dias de alta e subtraindo nos dias de baixa.

Os indicadores de impulso não são infalíveis e não devem ser usados ​​isoladamente. Eles são mais eficazes quando usados ​​em conjunto com outros análise técnica ferramentas. Entender as complexidades desses indicadores e como eles interagem entre si pode aumentar significativamente a probabilidade de execução bem-sucedida. trades.

1.1. Definição de Indicadores de Momentum

No emocionante mundo das negociações, Indicadores de Momento são semelhantes ao coração do mercado, oferecendo traders um pulso na força ou fraqueza de uma tendência de preço. Essas ferramentas essenciais são um subconjunto de indicadores de análise técnica que podem ajudar traders identificar potenciais oportunidades de compra ou venda. Eles operam com base no princípio do momento, um conceito fundamental da física que, quando aplicado à negociação, refere-se à velocidade das mudanças de preço de um determinado ativo.

Indicadores de Momento essencialmente medir o taxa de variação nos preços, proporcionando traders com insights sobre a velocidade dos movimentos do mercado. Quando os preços estão subindo, o momentum é considerado positivo. Por outro lado, quando os preços estão caindo, o momentum é negativo. Quanto mais rápido o preço muda, mais significativo é o momento e vice-versa.

A beleza de Indicadores de Momento reside na sua versatilidade. Eles podem ser usados ​​em qualquer mercado – AÇÕES, forex, commodities ou índices - e em qualquer período de tempo, de gráficos de minuto a gráficos mensais. Isso os torna uma ferramenta inestimável em um trader, independentemente de seu estilo de negociação ou mercado preferido.

No entanto, é importante lembrar que enquanto Indicadores de Momento são poderosos, eles não são infalíveis. Às vezes, podem dar sinais falsos, especialmente em mercados voláteis. Portanto, eles devem ser usados ​​em conjunto com outras ferramentas de análise técnica e estratégias maximizar a sua eficácia e reduzir o risco de sinais falsos.

Em poucas palavras, Indicadores de Momento são como o cata-vento do mundo comercial. Eles mostram tradeVerifique para que lado os ventos do mercado estão soprando, quão fortes eles são e, mais importante, quando eles podem estar prestes a mudar de direção. Eles são, em essência, um tradebússola de r, guiando-os pelos mares muitas vezes turbulentos do mercado.

1.2. A importância dos indicadores de impulso

Entendendo os indicadores de impulso é como ter uma bola de cristal no mundo das negociações. Essas ferramentas inestimáveis ​​fornecem uma visão sobre a força, velocidade e direção de uma tendência de mercado, oferecendo traders um vislumbre do futuro. Ao analisar a velocidade das mudanças de preço, os indicadores de impulso ajudam traders identificam possíveis reversões, condições de sobrecompra ou sobrevenda de curto prazo e confirmam a validade de uma tendência.

Por que os indicadores de impulso são tão cruciais? Imagine um carro em alta velocidade em uma rodovia. A leitura do velocímetro dá uma ideia da velocidade do carro, mas não informa quando o carro está prestes a mudar de direção ou ficar sem gasolina. Da mesma forma, os movimentos de preços por si só não fornecem informações suficientes sobre as tendências futuras do mercado. Os indicadores de impulso preenchem essa lacuna, fornecendo informações sobre a taxa de mudança de preço, permitindo traders para prever possíveis reversões de preços e identificar pontos ideais de entrada e saída.

Como funcionam os indicadores de impulso? Eles comparam o preço de fechamento atual com os preços de fechamento anteriores durante um período especificado. O valor resultante é plotado em um gráfico, que traders analisam para identificar padrões e tomar decisões de negociação informadas. Por exemplo, se um indicador de momento mostra uma forte tendência de alta, é um sinal de que o sentimento de alta do mercado é forte e provavelmente continuará. Por outro lado, uma tendência de queda indica sentimento de baixa.

Tipos de indicadores de impulso:

  • Índice de Força Relativa (RSI): O RSI compara a magnitude dos ganhos recentes com as perdas recentes na tentativa de determinar as condições de sobrecompra ou sobrevenda.
  • Oscilador Estocástico: Este indicador compara o preço de fechamento de um título com sua faixa de preço durante um determinado período de tempo.
  • Divergência de convergência de média móvel (MACD): O MACD é um indicador de momentum que segue a tendência que mostra a relação entre duas médias móveis do preço de um título.

No volátil mundo das negociações, indicadores de momentum são um trademelhor amigo de r. Ao oferecer uma espiada no futuro, eles capacitam traders para tomar decisões informadas e maximizar seus retornos.

2. Principais Indicadores de Momentum para Traders

Índice de Força Relativa (RSI) e Movendo Average Convergence Divergência (MACD) são dois indicadores de impulso inestimáveis ​​que cada trader deve ter em seu arsenal.

A RSI é uma ferramenta versátil que mede a velocidade e a mudança dos movimentos de preços, ajudando traders identificam condições de sobrecompra ou sobrevenda. Quando o RSI excede 70, significa uma condição de sobrecompra, sugerindo uma potencial liquidação. Por outro lado, um RSI abaixo de 30 indica uma condição de sobrevenda, sugerindo uma potencial oportunidade de compra. Este oscilador flutua entre 0 e 100, fornecendo um meio visual claro para monitorar o momento do mercado.

Por outro lado, o MACD é um indicador de momentum que segue a tendência que mostra a relação entre duas médias móveis do preço de um título. O MACD aciona sinais técnicos quando cruza acima (para comprar) ou abaixo (para vender) sua linha de sinal. A velocidade dos cruzamentos também é considerada um sinal de que o mercado está sobrecomprado ou sobrevendido. MACD ajuda traders entender se o movimento de alta ou baixa no preço está fortalecendo ou enfraquecendo.

Ambos os indicadores de momentum oferecem diferentes perspectivas do mercado e, quando usados ​​juntos, podem fornecer uma imagem mais completa do momentum do mercado. Ao entender os sinais que esses indicadores fornecem, tradeOs rs podem tomar decisões mais informadas, minimizar os riscos e potencialmente maximizar os lucros. É essencial lembrar que, embora essas ferramentas possam ser incrivelmente úteis, elas não são infalíveis e devem ser usadas em conjunto com outros indicadores e estratégias para obter os melhores resultados.

2.1. Índice de Força Relativa (RSI)

A Índice de Força Relativa (RSI) é uma ferramenta vital no arsenal de qualquer trader. Este oscilador de momentum mede a velocidade e a mudança dos movimentos de preços, fornecendo informações sobre condições de sobrecompra ou sobrevenda. Ele opera em uma escala de 0 a 100, com níveis altos (acima de 70) indicando condições de sobrecompra e níveis baixos (abaixo de 30) sugerindo condições de sobrevenda.

RSI é calculado comparando o ganho médio e a perda média durante um período definido, normalmente 14 períodos. A fórmula para o RSI é 100 – [100 / (1 + (Média de variação de preço ascendente / Média de variação de preço descendente))]. Isso pode parecer complexo, mas, felizmente, a maioria das plataformas de negociação executa esses cálculos automaticamente.

A RSI não se trata apenas de identificar condições de sobrecompra ou sobrevenda. Também ajuda traders identificam possíveis reversões de tendência por meio de divergência. Uma divergência de alta ocorre quando o preço faz uma nova mínima, mas o RSI faz uma mínima maior. Isso pode indicar que a tendência de queda está perdendo força e uma reversão pode estar no horizonte. Por outro lado, uma divergência de baixa ocorre quando o preço atinge uma nova máxima, mas o RSI atinge uma máxima mais baixa, indicando que a tendência de alta pode estar enfraquecendo.

Além disso, o RSI pode ser usado para confirmar formações de tendência. Se você vir uma tendência de alta em potencial, gostaria de ver o aumento do RSI, pois isso confirmaria a ação do preço. Da mesma forma, em uma tendência de baixa, você gostaria de ver o RSI cair.

Lembre-se, enquanto o RSI é uma ferramenta poderosa, não deve ser usada isoladamente. Funciona melhor quando usado em conjunto com outras ferramentas de análise técnica. Além disso, como todos os indicadores, não é infalível e deve ser usado como parte de uma estratégia de negociação abrangente.

2.2. Divergência de convergência de média móvel (MACD)

Movendo Average Convergence Divergência (MACD) é uma ferramenta potente no arsenal de todos os experientes trader. Este indicador de impulso é uma criação de Gerald Appel, um renomado analista técnico, e tem ajudado traders desde o final dos anos 1970.

O MACD é um indicador de impulso que segue a tendência que mostra a relação entre duas médias móveis do preço de um título. É calculado subtraindo os 26 dias Exponential Moving Average (EMA) da EMA de 12 dias. O resultado é então plotado em um gráfico, juntamente com uma EMA de nove dias do próprio MACD, que atua como um gatilho ou linha de sinal.

Quando o MACD cruza acima da linha de sinal, é um sinal de alta, indicando que pode ser um momento oportuno para comprar. Por outro lado, quando o MACD cruza abaixo da linha de sinal, é um sinal de baixa, sugerindo que pode ser o momento ideal para vender.

Além disso, MACD também inclui um histograma. O histograma representa a diferença entre a linha MACD e a linha de sinal. Se a linha MACD estiver acima da linha de sinal, o histograma estará acima da linha de base do MACD. Se a linha MACD estiver abaixo da linha de sinal, o histograma ficará abaixo da linha de base do MACD. Traders usam o histograma para identificar quando o momento de alta ou baixa é alto.

Embora o MACD seja uma excelente ferramenta, é importante lembrar que nenhum indicador é infalível. Deve ser usado em conjunto com outros indicadores e estratégias para maximizar o sucesso comercial.

2.3. Oscilador Estocástico

Liberando o poder do oscilador estocástico pode ser sua arma secreta no mundo das negociações. Este indicador de momento, desenvolvido por George C. Lane no final dos anos 1950, fornece traders com uma vantagem, identificando possíveis reversões no mercado. Ele faz isso comparando um determinado preço de fechamento de um título com uma faixa de seus preços durante um determinado período de tempo.

O oscilador estocástico é representado por duas linhas. A primeira linha, conhecida como %K, exibe o número de períodos de tempo e a segunda linha, referida como %D, é uma média móvel de %K. Quando essas duas linhas se cruzam, pode sinalizar uma possível reversão do mercado.

Mas como isso funciona? O oscilador estocástico baseia-se na premissa de que os preços de fechamento devem fechar na mesma direção da tendência atual. Em uma tendência de alta, os preços fecharão perto da máxima e, em uma tendência de baixa, fecharão perto da mínima. Quando os preços se movem muito em uma direção – para cima ou para baixo – o oscilador estocástico destacará essa condição de sobrecompra ou sobrevenda, alertando traders para oportunidades potenciais.

O que isso significa para traders? Quando o oscilador estocástico se move acima de 80, muitas vezes é considerado sobrecomprado. Por outro lado, quando se move abaixo de 20, é considerado sobrevendido. TradeOs rs podem usar esses níveis para ajudar a identificar possíveis reversões de preços, tornando-se uma ferramenta valiosa em seu arsenal de negociação.

Existem ressalvas? Como todos os indicadores de momentum, o Stochastic Oscillator não é infalível e deve ser usado em conjunto com outros indicadores e técnicas de análise. Ocasionalmente, pode produzir sinais falsos, por isso é importante para traders para usá-lo como parte de uma estratégia de negociação completa.

No mundo do comércio, o Oscilador Estocástico é uma ferramenta versátil e valiosa, ajudando traders para identificar oportunidades potenciais e tomar decisões mais informadas. Com sua capacidade de destacar condições de sobrecompra e sobrevenda, pode fornecer traders com a vantagem que eles precisam para ter sucesso no atual ambiente comercial acelerado.

3. Uso Avançado de Indicadores de Momentum

Indicadores de momento são uma ferramenta poderosa no arsenal de qualquer trader. Esses instrumentos medem a velocidade com que o preço de um ativo está se movendo, fornecendo informações valiosas sobre a saúde geral do mercado. Como traders, não se trata apenas de saber como usar esses indicadores, mas de entender como aproveitá-los em todo o seu potencial.

Índice de Força Relativa (RSI), um dos indicadores de impulso mais usados, é um ótimo lugar para começar. Ele compara a magnitude dos ganhos recentes com as perdas recentes na tentativa de determinar as condições de sobrecompra e sobrevenda de um ativo. No entanto, o uso avançado do RSI envolve mais do que apenas procurar essas condições. Você pode usá-lo para identificar diferenças, que ocorrem quando o preço de um ativo está se movendo na direção oposta do RSI. Muitas vezes, isso pode sinalizar uma possível reversão no mercado, oferecendo uma oportunidade para estratégias trades.

Oscilador Estocástico é outro indicador de momento que pode ser usado de maneira semelhante. Este indicador compara um determinado preço de fechamento de um ativo com uma faixa de seus preços durante um determinado período de tempo. A teoria por trás desse indicador é que, em um mercado com tendência de alta, os preços fecharão perto da máxima e, em um mercado com tendência de baixa, os preços fecharão perto da mínima. O uso avançado do oscilador estocástico envolve procurar divergências de alta e baixa assim como condições de sobrecompra e sobrevenda.

MACD (divergência média móvel de convergência) é um indicador de momentum que segue a tendência que mostra a relação entre duas médias móveis do preço de um ativo. O MACD aciona sinais técnicos quando cruza acima (para comprar) ou abaixo (para vender) sua linha de sinal. A velocidade dos cruzamentos também é considerada um sinal de que o mercado está sobrecomprado ou sobrevendido. MACD ajuda traders entender se o movimento de alta ou baixa no preço está se fortalecendo ou enfraquecendo.

No Volume de Saldo (OBV) pega uma grande quantidade de informações de volume e as compila em um indicador de uma linha. O indicador mede a pressão cumulativa de compra/venda somando o volume nos dias “para cima” e subtraindo o volume nos dias “para baixo”. Idealmente, o volume deve confirmar as tendências. Um preço em alta deve ser acompanhado por um OBV em alta; um preço em queda deve ser acompanhado por um OBV em queda.

O uso avançado desses indicadores de impulso pode fornecer uma visão aprofundada do mercado que não é imediatamente aparente para o observador casual. Ao compreender e interpretar esses sinais, tradeOs rs podem tomar decisões mais informadas, reduzindo riscos e aumentando os retornos potenciais.

3.1. Combinando diferentes indicadores de momento

A arte de negociar geralmente reside na capacidade de combinar adequadamente diferentes indicadores de impulso. Essa fusão de ferramentas pode fornecer uma visão mais abrangente dos rumos do mercado, permitindo traders para tomar decisões mais informadas. Índice de Força Relativa (RSI) e Movendo Average Convergence Divergência (MACD) são dois desses indicadores que, quando usados ​​em conjunto, podem produzir resultados significativos.

RSI é um indicador de impulso popular que mede a velocidade e a mudança dos movimentos de preços, fornecendo informações sobre condições de sobrecompra ou sobrevenda. Por outro lado, MACD é um indicador de momentum que segue a tendência que mostra a relação entre duas médias móveis do preço de um título. O MACD aciona sinais técnicos quando cruza acima (para comprar) ou abaixo (para vender) sua linha de sinal.

A combinação desses dois indicadores pode fornecer uma poderosa estratégia de impulso. Por exemplo, um trader pode procurar o seguinte cenário: O RSI cai abaixo de 30, indicando uma condição de sobrevenda e, em seguida, começa a subir novamente. Simultaneamente, o MACD faz um cruzamento de alta, indicando uma possível reversão. Este pode ser o momento ideal para entrar em uma posição longa.

No entanto, embora a combinação de diferentes indicadores de impulso possa aprimorar sua estratégia de negociação, é essencial lembrar que nenhuma estratégia única garante o sucesso. Os mercados são influenciados por uma miríade de fatores e os indicadores devem ser usados ​​como guias em vez de preditores definitivos. Além disso, diferentes combinações podem funcionar melhor em diferentes condições de mercado. Portanto, é crucial backtest suas estratégias e ajustá-las de acordo com o estado do mercado.

3.2. Usando Indicadores de Momentum com Outras Ferramentas de Negociação

A beleza dos indicadores de impulso é sua versatilidade. Eles não operam apenas isoladamente; eles podem ser combinados com outras ferramentas de negociação para criar uma estratégia robusta e multifacetada. Por exemplo, médias móveis pode ser um tradeO melhor amigo de r quando combinado com indicadores de impulso. Eles ajudam a suavizar os dados de preços, fornecendo uma imagem mais clara da tendência do mercado.

Considere o Índice de Força Relativa (RSI), um indicador de impulso popular. Quando o RSI ultrapassa o nível 70, sinaliza uma condição de sobrecompra e, quando cai abaixo de 30, indica uma condição de sobrevenda. Porém, esses sinais podem ser falsos alarmes se não forem confirmados com outras ferramentas. É aqui que entram as médias móveis. Se o RSI indicar uma condição de sobrecompra e o preço estiver acima da média móvel, ele fortalecerá o sinal de venda.

Outra ferramenta a considerar é a Preço médio ponderado por volume (VWAP). Este indicador dá o preço médio que um título tem traded ao longo do dia, com base no volume e no preço. É importante porque fornece traders com informações sobre a tendência e o valor de um título. Emparelhar o VWAP com um indicador de momento como o Índice de Fluxo de Dinheiro (IFM) pode ser um divisor de águas. Se o MFI estiver subindo enquanto o preço estiver abaixo do VWAP, isso pode sinalizar um possível movimento ascendente de preços.

Incorporar suporte e resistência. níveis em sua estratégia também pode ser benéfico. Esses são os níveis de preço nos quais uma ação provavelmente começará a se mover na direção oposta. Por exemplo, se uma ação estiver se aproximando de um nível de resistência e seu indicador de impulso começar a cair, pode ser um bom momento para vender.

Lembre-se, cada trader tem um estilo único e não existe uma abordagem única para todos. É tudo uma questão de encontrar a combinação certa de ferramentas que se alinham com seus objetivos de negociação e tolerância ao risco. Experimente diferentes combinações de indicadores de impulso e outras ferramentas de negociação para descobrir o que funciona melhor para você.

❔ Perguntas frequentes

triângulo sm direito
O que são indicadores de impulso na negociação?

Indicadores de Momentum são ferramentas utilizadas por traders para medir a velocidade ou taxa na qual o preço de um título (ações, títulos, futuros, etc.) está se movendo em uma determinada direção. Eles são frequentemente usados ​​para identificar possíveis sinais de compra ou venda ou para detectar possíveis reversões de tendência.

triângulo sm direito
Quais indicadores de momentum são considerados os melhores?

Embora 'melhor' seja subjetivo e dependa de estratégias de negociação individuais, alguns dos indicadores de impulso mais amplamente usados ​​incluem Índice de Força Relativa (RSI), Divergência de Convergência da Média Móvel (MACD), Oscilador Estocástico e Taxa de Mudança (ROC).

triângulo sm direito
Como uso o Índice de Força Relativa (RSI)?

O RSI é um oscilador de momento que mede a velocidade e a mudança dos movimentos de preços. Ele oscila entre zero e 100. Tradicionalmente, o RSI é considerado sobrecomprado quando acima de 70 e sobrevendido quando abaixo de 30. Os sinais também podem ser gerados procurando divergências, oscilações de falha e cruzamentos da linha central.

triângulo sm direito
O que é o indicador Moving Average Convergence Divergence (MACD)?

O MACD é um indicador de impulso que segue a tendência. Ele mostra a relação entre duas médias móveis do preço de um título. O MACD é calculado subtraindo a Média Móvel Exponencial (EMA) de 26 períodos da EMA de 12 períodos.

triângulo sm direito
Como o Oscilador Estocástico pode me ajudar na minha negociação?

O oscilador estocástico é um indicador de momento que compara um determinado preço de fechamento de um título com uma faixa de seus preços durante um determinado período. A teoria sugere que, em um mercado com tendência de alta, os preços fecharão perto da máxima e, em um mercado com tendência de baixa, os preços fecharão perto da mínima. Os cruzamentos de linha de sinal são os sinais mais comuns gerados pelo oscilador estocástico.

Autor: Florian Fendt
Um investidor ambicioso e trader, Florian fundou BrokerCheck depois de estudar economia na universidade. Desde 2017 que partilha o seu conhecimento e paixão pelos mercados financeiros em BrokerCheck.
Leia mais sobre Florian Fendt
Florian-Fendt-Autor

Deixe um comentário

3 topo Brokers

Última atualização: 25 de julho de 2024

markets.com-logo-novo

Markets.com

4.6 de 5 estrelas (9 votos)
81.3% do varejo CFD contas perdem dinheiro

Vantage

4.6 de 5 estrelas (10 votos)
80% do varejo CFD contas perdem dinheiro

Plus500

4.5 de 5 estrelas (2 votos)
82% do varejo CFD contas perdem dinheiro

você pode gostar também

⭐ O que você achou deste artigo?

Você achou este artigo útil? Comente ou avalie se você tem algo a dizer sobre este artigo.

Obtenha sinais de negociação gratuitos
Nunca perca uma oportunidade novamente

Obtenha sinais de negociação gratuitos

Nossos favoritos em resumo

Selecionamos o topo brokers, em que você pode confiar.
InvestirXTB
4.4 de 5 estrelas (11 votos)
77% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com este provedor.
TradeExness
4.5 de 5 estrelas (19 votos)
bitcoinCryptoAvaTrade
4.4 de 5 estrelas (10 votos)
71% das contas de investidores de varejo perdem dinheiro ao negociar CFDs com este provedor.

Filtros

Classificamos por classificação mais alta por padrão. Se você quiser ver outros brokerBasta selecioná-los no menu suspenso ou restringir sua pesquisa com mais filtros.
- controle deslizante
0 - 100
O que procura?
Brokers
Regulamento
Plataforma
Depósito / Retirada
Tipo de Conta
Localizacao
Broker Funcionalidades