AcademiaEncontre meu Broker

Os 80 principais indicadores de negociação para turbinar seus resultados

Avaliado 4.8 fora do 5
4.8 de 5 estrelas (8 votos)

Desbloqueie o potencial da análise técnica com este guia abrangente para os 80 principais indicadores de negociação, revelando estratégias para turbinar seus resultados de negociação.

80 principais indicadores para o sucesso comercial

💡 Principais conclusões

  1. Os indicadores de negociação são ferramentas poderosas que fornecem informações sobre tendências do mercado, volatilidade, momento e volume. Eles podem oferecer informações valiosas para ajudar a orientar suas decisões de negociação.
  2. Cada indicador de negociação serve a um propósito único e pode ser usado em diferentes condições de mercado. Entender como e quando usar cada um é crucial para o desenvolvimento de um estratégia de negociação.
  3. A combinação de vários indicadores pode fornecer uma visão mais robusta do mercado, ajudando a confirmar os sinais e evitar possíveis alarmes falsos.

No entanto, a magia está nos detalhes! Desvende as nuances importantes nas seções a seguir... Ou pule direto para o nosso Perguntas frequentes repletas de insights!

1. Compreendendo o poder dos indicadores de negociação

Indicadores de negociação são ferramentas poderosas que traders utilizam para interpretar informações de mercado e orientar suas decisões comerciais. Esses indicadores são algoritmos complexos que analisam vários aspectos dos dados de mercado, como preço, volume e interesse aberto para gerar sinais de negociação.

1.1. A importância do volume de 24 horas

A Volume 24-hora é uma medida chave que representa a quantidade total de atividade de negociação dentro de um período de 24 horas. Acompanhar esse volume ajuda traders entendem o nível de interesse e atividade em um determinado ativo, fornecendo assim pistas sobre possíveis movimentos de preços e a estabilidade das tendências atuais.

1.2. Acumulação/Distribuição: um indicador abrangente de pressão do mercado

A Acumulação / Distribuição indicador oferece uma visão abrangente da pressão do mercado, fornecendo informações sobre se um ativo está sendo acumulado (comprado) ou distribuído (vendido). Ao comparar os preços de fechamento e os volumes de negociação, esse indicador pode ajudar a identificar possíveis reversões de preços e força da tendência.

1.3. Aroon: acompanhando a tendência

A Aroon indicador é uma ferramenta exclusiva projetada para identificar o início de uma nova tendência e estimar sua força. Ao comparar o tempo desde os preços mais altos e mais baixos em um determinado período, ajuda traders determinam se uma tendência de alta ou baixa está se desenvolvendo, oferecendo uma oportunidade de se posicionar no início da tendência.

1.4. Auto Pitchfork: Desenhando Canais de Mercado

A Forquilha Automática A ferramenta é um instrumento de desenho usado para criar forcados - um tipo de canal que pode identificar possíveis níveis de suporte e resistência e prever possíveis trajetórias futuras de preços. Ajustando-se automaticamente aos movimentos de preços, esta ferramenta pode fornecer informações dinâmicas sobre as tendências do mercado.

2. Aprofundando-se nos indicadores de negociação

2.1. Intervalo médio de dias: medindo a volatilidade

A Intervalo médio de dias mede a diferença média entre os preços altos e baixos de um ativo em um número específico de períodos. Este indicador fornece informações sobre a volatilidade de um ativo, que pode desempenhar um papel crucial na definição parar as perdas e obter níveis de lucro.

2.2. Índice direcional médio: compreendendo a força da tendência

A Índice Direcional Médio (ADX) é um indicador de força de tendência. Ele mede a força de uma tendência, mas não indica sua direção. Traders costumam usá-lo em conjunto com outros indicadores para determinar se uma tendência é forte o suficiente para trade.

2.3. Faixa real média: volatilidade em foco

A Faixa verdadeira média (ATR) é outro indicador de volatilidade. Ele calcula o intervalo médio entre os preços altos e baixos em um determinado número de períodos. O ATR é particularmente útil na definição de ordens de stop loss e na identificação de oportunidades de fuga.

2.4. Awesome Oscillator: concentrando-se no ímpeto do mercado

A Oscilador incrível é um indicador de momentum que compara a dinâmica recente do mercado com a dinâmica ao longo de um período de tempo maior. O oscilador se move acima e abaixo da linha zero, fornecendo insights sobre possíveis oportunidades de compra ou venda.

2.5. Equilíbrio de poder: avaliando os touros e os ursos

A Balance of Power indicador é projetado para medir a força dos compradores (touros) e vendedores (ursos) no mercado. Quando o equilíbrio de poder mudanças, pode ser um sinal de possíveis reversões de preços, tornando-se uma ferramenta valiosa para traders.

2.6. Bandas de Bollinger: capturando a volatilidade do mercado

Bandas de Bollinger aé um indicador de volatilidade que cria uma banda de três linhas - a linha do meio sendo uma Média móvel simples (SMA) e as linhas externas sendo desvios padrão da SMA. Essas bandas se expandem e se contraem com base em Volatilidade do mercado, fornecendo suporte dinâmico e níveis de resistência.

2.7. Bull Bear Power: avaliando o sentimento do mercado

A Força do Urso indicador mede o poder dos compradores (touros) e vendedores (ursos) no mercado. Ao comparar os preços altos e baixos com a exponencial média móvel (EMA), traders pode avaliar o sentimento geral do mercado.

2.8. Chaikin Money Flow: Rastreando o fluxo de entrada e saída de dinheiro

A Fluxo de Dinheiro Chaikin (CMF) é uma média ponderada por volume de acumulação e distribuição durante um período especificado. O CMF se move entre -1 e 1, fornecendo informações sobre o sentimento do mercado e a possível pressão de compra ou venda.

2.9. Oscilador Chaikin: momento e acumulação em resumo

A Oscilador Chaikin é um indicador de momento que mede a acumulação e distribuição de um ativo durante um determinado período. Ao comparar o movimento da linha de Acumulação/Distribuição com o preço do ativo, o oscilador ajuda a identificar potenciais reversões de tendência e oportunidades de compra ou venda.

2.10. Chande Momentum Oscillator: Medindo o Momentum Puro

A Momento Chande Oscilador (CMO) mede o momento do preço de um ativo. Ao contrário de outros indicadores de momentum, o CMO calcula a soma dos dias de alta e baixa durante um período, fornecendo uma medida pura do impulso de um ativo. Essas informações podem ser úteis para identificar possíveis reversões de tendência e condições de sobrecompra ou sobrevenda.

2.11. Chop Zone: identificando mercados sem tendências

A Zona de corte indicador ajuda traders identificam mercados sem tendência ou “agitados”. Ele usa um algoritmo para comparar o movimento do preço de um ativo com seu intervalo, indicando se o mercado está tendendo ou se movendo lateralmente. Esse conhecimento pode ajudar traders ajuste seu estratégias para evitar sinais falsos durante mercados agitados.

2.12. Índice de instabilidade: avaliando a direção do mercado

A Índice de picagem é outra ferramenta para identificar se o mercado está tendendo ou se movendo lateralmente. Ele usa uma fórmula matemática para quantificar o grau de instabilidade do mercado, ajudando traders evitar falsos breakouts e whipsaws.

2.13. Índice de canais de commodities: identificando novas tendências

A Commodity Channel Index (CCI) é um indicador versátil que ajuda traders identificam novas tendências, condições extremas e reversões de preços. Ao comparar o preço típico de um ativo com sua média móvel e considerar o desvio da média, o CCI fornece uma perspectiva valiosa sobre as condições de mercado.

2.14. Connors RSI: uma abordagem composta para Momentum

Conors RSI é um indicador composto que combina o Índice de Força Relativa (RSI), Taxa de Mudança (RoC) e a porcentagem de variações de preço que fecham no dia. Esta combinação fornece uma visão abrangente da dinâmica de um ativo, ajudando traders identificam potenciais pontos de entrada e saída.

2.15. Curva de Coppock: identificando oportunidades de compra de longo prazo

A Curva de Coppock é um indicador de momentum concebido para identificar oportunidades de compra no mercado de ações de longo prazo. Calculando a taxa de variação e aplicando uma média móvel ponderada, Curva de Coppock gera uma linha de sinal que pode ajudar traders identificam fundos potenciais no mercado.

2.16. Coeficiente de correlação: avaliando relacionamentos de ativos

A Coeficiente de correlação mede a relação estatística entre dois ativos. Esta informação é essencial para traders envolvidos na negociação de pares ou na diversificação de seu portfólio, pois pode ajudar a identificar ativos que se movem juntos ou em direções opostas.

2.17. Índice de Volume Acumulado: Acompanhamento do Fluxo de Dinheiro

A Volume cumulativo Índice (IVC) é um indicador que mede o volume cumulativo de subida e descida trades para rastrear o fluxo de dinheiro. O CVI pode ajudar traders avaliam o sentimento geral do mercado e identificam potenciais tendências de alta ou baixa.

2.18. Oscilador de preços sem tendência: removendo tendências de mercado

A Oscilador de preço reduzido (DPO) é uma ferramenta que remove as tendências de longo prazo dos preços. Esse “desenvolvimento” ajuda traders se concentram nos ciclos de curto prazo e nas condições de sobrecompra ou sobrevenda, oferecendo uma visão mais clara do movimento do preço de um ativo.

2.19. Índice de movimento direcional: avaliando a direção e a força da tendência

A Índice de Movimento Direcional (DMI) é um indicador versátil que ajuda traders identificam a direção e a força de uma tendência. Consiste em três linhas - o Indicador de Direção Positivo (+DI), o Indicador de Direção Negativo (-DI) e Índice direcional médio (ADX) – oferecendo uma visão abrangente das tendências do mercado.

2.20. Indicador de divergência: detecção de reversões de tendência

A Indicador de divergência é uma ferramenta que identifica divergências entre o preço de um ativo e um oscilador. Essas divergências geralmente podem sinalizar possíveis reversões de tendência, fornecendo traders uma oportunidade de antecipar mudanças na direção do mercado.

2.21. Canais Donchian: identificando fugas

Canais Donchian são um indicador de volatilidade que destaca possíveis fugas de preços. Os canais são formados traçando a máxima mais alta e a mínima mais baixa em um determinado período de tempo, criando um guia visual para entender a volatilidade atual do mercado.

2.22. MME dupla: sensibilidade de tendência aprimorada

O Duplo Exponential Moving Average (DEMA) aumenta a sensibilidade da tendência em uma única EMA. Ao aplicar uma fórmula que dá mais peso aos dados de preço recentes, o DEMA reduz o atraso em resposta às mudanças de preço, oferecendo um reflexo mais preciso das tendências atuais do mercado.

2.23. Facilidade de Movimento: Volume e Preço Juntos

Facilidade de movimento (EOM) é um indicador baseado em volume que combina dados de preço e volume para mostrar com que facilidade o preço de um ativo pode mudar. A EOM pode ajudar traders identificam se um movimento de preço teve forte suporte de volume, indicando a probabilidade de o movimento continuar.

2.24. Índice de Força Anciã: Medida de Touros e Ursos

A Índice de Força Anciã é um indicador de momentum que mede a força dos touros durante os dias positivos (preços em alta) e a força dos ursos durante os dias negativos (preços em baixa). Esta informação pode dar traders uma visão única sobre o poder por trás dos movimentos do mercado.

2.25. Envelope: Acompanhamento de Preços Extremos

An Envelope é um análise técnica ferramenta que contém duas médias móveis que definem níveis de faixa de preço superior e inferior. Envelopes podem ajudar traders identificam condições de sobrecompra ou sobrevenda, oferecendo sinais potenciais para reversão de preços.

3. Indicadores avançados de negociação

3.1. Transformada de Fisher: Aprimorando as Informações de Preço

A Transformada de Fisher é um oscilador que busca identificar reversões de preços, aprimorando e invertendo as informações de preços. Esta transformação pode tornar mais aparentes os movimentos extremos de preços, ajudando traders em seu processo de tomada de decisão.

3.2. Volatilidade Histórica: Entendendo o Passado

A Volatilidade Histórica (HV) é uma medida estatística da dispersão dos retornos de um determinado título ou índice de mercado. Ao entender a volatilidade passada, traders pode ter uma noção de possíveis movimentos futuros de preços, auxiliando na risco gestão e planejamento estratégico.

3.3. Média móvel do casco: reduzindo o atraso

A Média móvel do casco (HMA) é um tipo de média móvel projetada para reduzir o atraso enquanto mantém uma curva suave. O HMA consegue isso usando médias ponderadas e raízes quadradas, oferecendo um indicador mais responsivo para identificar tendências de mercado.

3.4. Ichimoku Cloud: um indicador abrangente

A Ichimoku A nuvem é um indicador abrangente que define suporte e resistência, identifica a direção da tendência, mede o momento e fornece sinais de negociação. Essa abordagem multifacetada o torna uma ferramenta versátil para muitos traders.

3.5. Canais Keltner: Volatilidade e Indicador de Faixa de Preço

Canais Keltner são um indicador baseado em volatilidade que forma canais em torno de uma média móvel exponencial. A largura dos canais é determinada pela Verdadeira gama média (ATR), fornecendo uma visão dinâmica da volatilidade e dos níveis de preços potenciais.

3.6. Oscilador Klinger: Análise baseada em volume

A Oscilador Klinger é um indicador baseado em volume projetado para prever tendências de longo prazo do fluxo de dinheiro. Ao comparar o volume que entra e sai de um título, pode fornecer insights sobre a força de uma tendência e possíveis pontos de reversão.

3.7. Saiba uma coisa certa: um oscilador de momento

Saber com certeza (KST) é um oscilador de impulso baseado na taxa de mudança suavizada para quatro períodos de tempo diferentes. O KST oscila em torno de zero e pode ser usado para identificar potenciais sinais de compra e venda.

3.8. Média móvel de mínimos quadrados: minimizando o erro

A Média móvel dos mínimos quadrados (LSMA) usa o método de regressão de mínimos quadrados para determinar a linha de melhor ajuste para um preço durante um período de tempo especificado. Este método minimiza o erro entre o preço real e a linha de melhor ajuste, proporcionando uma média mais precisa.

3.9. Canal de Regressão Linear: Definindo Preços Extremos

Os Canais de Regressão Linear são uma ferramenta de análise técnica que cria um canal em torno de uma linha de regressão linear. As linhas superior e inferior representam áreas potenciais de suporte e resistência, ajudando traders identificam extremos de preço.

3.10. MA Cross: O poder de duas médias móveis

O Moving Average Cross (MAC) envolve o uso de duas médias móveis – uma de curto prazo e outra de longo prazo – para gerar sinais de negociação. Quando a MA de curto prazo cruza acima da MA de longo prazo, pode indicar um sinal de compra e, quando cruza abaixo, pode sinalizar uma venda.

3.11. Índice de massa: buscando reversões

O índice de massa é um indicador de volatilidade que não direciona, mas identifica possíveis reversões com base em expansões de intervalo. A premissa é que as reversões provavelmente acontecerão quando a faixa de preços aumentar, que é o que o índice de massa procura identificar.

3.12. Dinâmica de McGinley: uma média móvel responsiva

A Dinâmica McGinley parece semelhante a uma linha de média móvel, mas é um mecanismo de suavização de preços que funciona muito melhor do que qualquer média móvel. Ele minimiza a separação de preços, as oscilações de preços e abraça os preços muito mais de perto.

3.13. Momentum: Taxa de Mudança de Preços

O indicador Momentum quantifica a velocidade das mudanças de preço comparando preços atuais e passados. É um indicador importante, oferecendo uma prévia das futuras mudanças de preços antes que elas aconteçam, o que pode ser benéfico em um mercado em alta.

3.14. Índice de Fluxo de Dinheiro: Volume e Preço em um Indicador

A Índice de Fluxo de Dinheiro (MFI) é um indicador de força relativa ponderado pelo volume que mostra a força da entrada e saída de dinheiro de um título. Está relacionado ao Índice de Força Relativa (RSI), mas incorpora o volume, enquanto o RSI considera apenas o preço.

3.15. Indicador de fases da lua: uma abordagem não convencional

A Fases da lua Indicador é uma abordagem não tradicional para análise de mercado. Alguns traders acreditam que a lua afeta o comportamento humano e, consequentemente, os mercados. Este indicador marca as fases da lua nova e da lua cheia em seu gráfico.

3.16. Fita de Média Móvel: Múltiplos MAs, Um Indicador

A Fita de média móvel é uma série de médias móveis de diferentes comprimentos plotadas no mesmo gráfico. O resultado é uma aparência de fita, que pode dar uma visão mais abrangente da tendência do mercado.

3.17. Gráficos de vários períodos de tempo: várias perspectivas

Multiperíodo de tempo Os gráficos permitem traders para visualizar vários prazos em um único gráfico. Isso pode fornecer uma imagem mais abrangente do mercado, ajudando a destacar tendências ou padrões que

3.18. Volume Líquido: Um Indicador de Volume-Preço

O Volume Líquido é um indicador simples, porém eficaz, que subtrai o volume dos dias de baixa do volume dos dias de alta. Isso pode fornecer uma imagem clara de se os compradores ou vendedores estão dominando o mercado, ajudando traders identificam potenciais reversões de tendência.

3.19. On Balance Volume: Acompanhando a Pressão de Compra Cumulativa

No volume da balança (OBV) é um indicador de momentum que usa o fluxo de volume para prever mudanças no preço das ações. OBV mede a pressão de compra e venda adicionando o volume nos dias “de alta” e subtraindo o volume nos dias de “baixa”.

3.20. Interesse em aberto: avaliando a atividade do mercado

Open Interest representa o número total de contratos pendentes que não foram liquidados para um ativo. Altos contratos em aberto podem indicar que há muita atividade em um contrato, enquanto baixos contratos em aberto podem indicar falta de liquidez.

3.21. SAR Parabólico: Identificando Inversões de Tendência

A SAR Parabólica (Stop e Reverse) é um indicador de acompanhamento de tendências que fornece entradas e pontos de saída potenciais. Este indicador segue o preço como um trailing stop e tende a oscilar acima ou abaixo do preço, indicando possíveis reversões de tendência.

3.22. Pontos Pivot: Principais Níveis de Preço

Os pontos do pivô são um indicador popular para definir níveis potenciais de suporte e resistência. O ponto de pivô e seus níveis de suporte e resistência são áreas nas quais a direção do movimento do preço pode mudar.

3.23. Oscilador de preços: simplificando os movimentos de preços

A Oscilador de preço simplifica o processo de identificação de possíveis tendências de preços em períodos específicos. Ao calcular a diferença entre duas médias móveis do preço de um título, o oscilador de preço ajuda a identificar potenciais pontos de compra e venda.

3.24. Tendência de Volume de Preços: Volume e Preço Juntos

A Tendência de volume de preços (PVT) combina preço e volume de forma semelhante ao On Balance Volume (OBV), mas o PVT é mais sensível aos preços de fechamento. O PVT aumenta ou diminui de acordo com a variação relativa dos preços de fechamento, conferindo-lhe um efeito cumulativo.

3.25. Taxa de Mudança: Capturando Momentum

A Taxa de Mudança (ROC) é um oscilador de momento que mede a variação percentual entre o preço atual e o preço de um certo número de períodos atrás. O ROC é um indicador de alta velocidade que oscila em torno de uma linha zero.

3.26. Índice de Força Relativa: Avaliando o Momento

O Índice de Força Relativa (RSI) é um oscilador de momento que mede a velocidade e a mudança dos movimentos de preços. O RSI oscila entre zero e 100 e é frequentemente usado para identificar condições de sobrecompra ou sobrevenda, sinalizando possíveis reversões.

3.27. Índice de Vigor Relativo: Comparando a Dinâmica de Preços

O Índice de Vigor Relativo (RVI) compara a dinâmica de diferentes períodos de preço para identificar possíveis mudanças de preço. O preço de fechamento geralmente é maior do que o preço de abertura em um mercado de alta, então o RVI usa esse princípio para gerar sinais.

3.28. Índice de Volatilidade Relativa: Medindo a Volatilidade

O relativo Índice de Volatilidade (RVI) mede a direção da volatilidade. É semelhante ao Índice de Força Relativa (RSI), mas em vez de variações diárias de preços, usa o desvio padrão.

3.29. Indicadores de Rob Booker: indicadores personalizados para identificação de tendências

Indicadores Rob Booker são indicadores personalizados desenvolvidos por tradeRob Booker. Estes incluem os pontos de pivô intradiários de Rob Booker, Divergência de Knoxville, Pontos de pivô perdidos, Reversal e Ziv Ghost Pivots, cada um projetado para destacar condições e padrões específicos do mercado.

3.30. Indicador ergódico SMI: identificando a direção da tendência

A Indicador Ergódico SMI é uma ferramenta poderosa para identificar a direção de uma tendência. Compara o preço de fecho de um ativo com o seu intervalo de preços durante um número específico de períodos, fornecendo uma imagem clara das tendências ascendentes ou descendentes.

3.31. Oscilador ergódico SMI: detectando condições de sobrecompra e sobrevenda

A Oscilador Ergódico SMI é a diferença entre o Indicador Ergódico SMI e sua linha de sinal. TradeOs rs costumam usar esse oscilador para detectar condições de sobrecompra e sobrevenda, que podem sinalizar possíveis reversões de mercado.

3.32. Média móvel suavizada: reduzindo o ruído

A média móvel suavizada (SMMA) dá peso igual a todos os pontos de dados. Suaviza as flutuações de preço, permitindo traders para filtrar o ruído do mercado e focar na tendência de preço subjacente.

3.33. Estocástico: oscilador de momento

O oscilador estocástico é um indicador de momento que compara um determinado preço de fechamento de um título com uma faixa de seus preços durante um determinado período de tempo. A velocidade e a mudança dos movimentos de preços são então usadas para prever movimentos futuros de preços.

3.34. RSI Estocástico: Sensibilidade aos Movimentos do Mercado

A RSI estocásticos aplica a fórmula do Oscilador Estocástico ao Índice de Força Relativa (RSI) para criar um indicador que reage com sensibilidade às mudanças no preço de mercado. Esta combinação ajuda a identificar condições de sobrecompra e sobrevenda no mercado.

3.35. Supertendência: seguindo a tendência do mercado

A Supertrend é um indicador de acompanhamento de tendências usado para identificar tendências de alta e baixa no preço. A linha do indicador muda de cor com base na direção da tendência, fornecendo uma representação visual da tendência.

3.36. Avaliações técnicas: uma ferramenta de análise abrangente

As classificações técnicas são uma ferramenta de análise abrangente que classifica um ativo com base em seus indicadores de análise técnica. Ao combinar vários indicadores em uma única classificação, traders pode obter uma visão rápida e abrangente do status técnico do ativo.

3.37. Preço médio ponderado pelo tempo: média baseada em volume

A Preço médio ponderado pelo tempo (TWAP) é uma média baseada em volume usada por instituições traders para executar ordens maiores sem interromper o mercado. O TWAP é calculado dividindo o valor de cada transação pelo volume total durante um determinado período.

3.38. Triplo EMA: Reduzindo Lag e Ruído

A Média Móvel Exponencial Tripla (TEMA) é uma média móvel que combina uma média móvel exponencial única, dupla e tripla para reduzir o atraso e filtrar o ruído do mercado. Ao fazer isso, fornece uma linha mais suave que reage mais rapidamente às mudanças de preço.

3.39. TRIX: Monitorando as Tendências do Mercado

A TRIX é um oscilador de momentum que exibe a taxa percentual de variação de uma média móvel tripla exponencialmente suavizada do preço de fechamento de um ativo. É frequentemente usado para identificar possíveis reversões de preços e pode ser uma ferramenta útil para filtrar o ruído do mercado.

3.40. Índice de força real: identificando condições de sobrecompra e sobrevenda

A Índice de Força Verdadeira (TSI) é um oscilador de momento que ajuda traders identificam condições de sobrecompra e sobrevenda, retratando a força de uma tendência. Ao comparar o mercado de curto e longo prazo

3.41. Ultimate Oscillator: combinando períodos curtos, intermediários e de longo prazo

A ultimate Oscillator é um oscilador de impulso projetado para capturar impulso em três períodos de tempo diferentes. Ao incorporar períodos de curto, intermediário e longo prazo, este oscilador visa evitar problemas associados à aplicação de um único período de tempo.

3.42. Volume para cima/para baixo: como distinguir a pressão de compra e venda

Volume para cima/para baixo é um indicador baseado em volume que separa o volume para cima e para baixo, permitindo traders para ver a diferença entre o volume que flui para um ativo e o volume que sai. Essa diferença pode ajudar a identificar a força de uma tendência ou possíveis reversões.

3.43. Preço médio visível: acompanhamento do preço médio

O preço médio visível é um indicador simples, mas útil, que calcula o preço médio da parte visível de um gráfico. Isso ajuda traders identificam rapidamente o preço médio em sua tela atual sem a influência de dados mais antigos que não são exibidos atualmente.

3.44. Parada de Volatilidade: Gerenciamento de Risco

A Parada de Volatilidade é um método de stop-loss que usa volatilidade para determinar os pontos de saída. Isso pode ajudar traders gerenciam o risco fornecendo um nível de stop dinâmico que se ajusta à volatilidade do ativo.

3.45. Média móvel ponderada por volume: adicionando volume à mistura

A Média Móvel Ponderada por Volume (VWMA) é uma variação da média móvel simples que incorpora dados de volume. Ao fazer isso, prioriza movimentos de preços que ocorrem em volumes elevados, fornecendo uma média mais precisa em mercados ativos.

3.46. Oscilador de volume: descobrindo tendências de preço

A Oscilador de volume é um indicador baseado em volume que destaca as tendências de volume comparando duas médias móveis de comprimentos diferentes. Isso ajuda tradeVeja se o volume está aumentando ou diminuindo, o que pode ajudar a confirmar tendências de preços ou alertar sobre possíveis reversões.

3.47. Indicador Vortex: identificando a direção da tendência

A Indicador de Vortex é um oscilador usado para determinar o início de uma nova tendência e para confirmar as que estão em andamento. Ele usa preços altos, baixos e de fechamento para criar duas linhas oscilantes que podem fornecer informações valiosas sobre a direção da tendência.

3.48. VWAP ancorado automaticamente: uma referência de preço médio

A VWAP O indicador Auto Anchored fornece um preço médio ponderado por volume, servindo como referência do preço médio que um ativo tem traded ao longo do dia, ajustado para o volume. pode ajudar traders identificam pontos de liquidez e entendem a tendência geral do mercado.

3.49. Williams Alligator: detectando mudanças na tendência

A Jacaré Williams é um indicador de tendência que usa médias móveis suavizadas, traçadas em torno do preço para formar uma estrutura semelhante à mandíbula, aos dentes e aos lábios de um crocodilo. Isso ajuda traders identificam o início de uma tendência e sua direção.

3.50. Fractais de Williams: destacando as reversões de preços

Fractais de Williams é um indicador usado na análise técnica que mostra a máxima mais alta ou a mínima mais baixa de um movimento de preço. Fractais são indicadores em gráficos de velas que identificam pontos de reversão no mercado.

3.51. Faixa Percentual de Williams: Oscilador Momentum

A Faixa Percentual de Williams, também conhecido como%R, é um oscilador de momentum que mede os níveis de sobrecompra e sobrevenda. Semelhante ao Oscilador Estocástico, ajuda traders identificam potenciais pontos de reversão quando o mercado está sobrecarregado.

3.52. Woodies CCI: um sistema de negociação completo

CCI de Woodie é uma abordagem complexa, mas completa à análise técnica. Envolve vários cálculos e traça vários indicadores no gráfico, incluindo o ICC, uma média móvel do ICC e muito mais. Este sistema pode fornecer uma visão completa do mercado, ajudando traders identificar potenciais oportunidades de negociação.

3.53. Zig Zag: filtrando o ruído do mercado

A zig Zag O indicador é um indicador de acompanhamento e reversão de tendência que filtra as alterações no preço de um ativo que estão abaixo de um determinado nível. Não é preditivo, mas pode ajudar a visualizar as tendências e ciclos do mercado.

4. Conclusão

No mundo acelerado das negociações, ter um kit de ferramentas completo de indicadores pode fazer a diferença entre o sucesso trades e oportunidades perdidas. Ao entender e aplicar esses indicadores, tradeOs rs podem tomar decisões mais informadas, gerenciar seus riscos de forma eficaz e potencialmente melhorar seu desempenho comercial geral.

❔ Perguntas frequentes

triângulo sm direito
O que é um indicador de negociação?

Um indicador de negociação é um cálculo matemático que pode ser aplicado ao preço de um título ou dados de volume, fornecendo informações valiosas sobre tendências de mercado e oportunidades comerciais em potencial.

triângulo sm direito
Como uso indicadores de negociação?

Os indicadores de negociação podem ser usados ​​de várias maneiras, dependendo do tipo de indicador e de sua finalidade. Por exemplo, indicadores de tendência pode ajudar a identificar a direção do mercado, enquanto indicadores de volume pode indicar a força de uma tendência.

triângulo sm direito
Posso usar vários indicadores de negociação ao mesmo tempo?

Sim, muitos tradeOs rs usam vários indicadores simultaneamente para confirmar sinais e melhorar a precisão de suas previsões. No entanto, é importante não se basear apenas em indicadores e considerar outras métodos de análise de mercado tão bem.

triângulo sm direito
Qual é o melhor indicador de negociação?

Não existe um “melhor” indicador de negociação, pois a eficácia de um indicador pode variar com base nas condições do mercado e no tradeestratégia de r. É aconselhável entender e testar diferentes indicadores para encontrar aqueles que funcionam melhor para o seu estilo de negociação e objetivos.

triângulo sm direito
Os indicadores de negociação são uma garantia de sucesso?

Embora os indicadores de negociação possam fornecer informações valiosas e melhorar sua estratégia de negociação, eles não são uma garantia de sucesso. O comportamento do mercado pode ser influenciado por uma infinidade de fatores e é importante considerá-los juntamente com seus indicadores. Sempre use estratégias de gestão de risco e fazer decisões comerciais informadas.

Autor: Florian Fendt
Um investidor ambicioso e trader, Florian fundou BrokerCheck depois de estudar economia na universidade. Desde 2017 que partilha o seu conhecimento e paixão pelos mercados financeiros em BrokerCheck.
Leia mais sobre Florian Fendt
Florian-Fendt-Autor

Deixe um comentário

3 topo Brokers

Última atualização: 20 de maio. 2024

Exness

Avaliado 4.6 fora do 5
4.6 de 5 estrelas (18 votos)
markets.com-logo-novo

Markets.com

Avaliado 4.6 fora do 5
4.6 de 5 estrelas (9 votos)
81.3% do varejo CFD contas perdem dinheiro

Vantage

Avaliado 4.6 fora do 5
4.6 de 5 estrelas (10 votos)
80% do varejo CFD contas perdem dinheiro

você pode gostar também

⭐ O que você achou deste artigo?

Você achou este artigo útil? Comente ou avalie se você tem algo a dizer sobre este artigo.

Filtros

Classificamos por classificação mais alta por padrão. Se você quiser ver outros brokerBasta selecioná-los no menu suspenso ou restringir sua pesquisa com mais filtros.
- controle deslizante
0 - 100
O que procura?
Brokers
Regulamento
Plataforma
Depósito / Retirada
Tipo de Conta
Localizacao
Broker Funcionalidades